Marcus Pessoa
24mar

Del Popolo Pizzaria itinerante construida em um container

Del Popolo é um container reciclado transformado em pizzaria móvel.
O americano Jon Darsky, na hora de montar uma pizzaria, não deixou a inovação e a sustentabilidade  de lado.
Darsky decidiu sair da pizzaria que trabalhava e abrir seu próprio negócio e para isso usou uma receita infalível: reciclagem, mobilidade e pizza napolitana. Unindo esses três ingredientes, ele criou a pizzaria móvel Del Popolo.
Em 2010 ele teve a ideia de tornar o restaurante itinerante, percebendo que um dos segredos de uma boa refeição estava ligado ao local onde ela é feita e, ao procurar o melhor cantinho para o seu restaurante, ele encontrou na autenticidade e vivacidade das ruas a melhor resposta.
Construída, em apenas, 4meses em um container de 6 metros preso a uma carreta.
A proposta da Pizzaria Del Popolo é sensacional. Inovação, criatividade e mega tendência,  um investimento de 180 mil dólares para transformar um container na pizzaria com rodas.
Adaptado com um forno que ocupa quase 1/3 do espaço interno, que com sua alta eficiência deve garantir um bom resultado final- Trata-se de um restaurante móvel,  instalado numa cozinha visível através de um vidro de exibição.
O caminhão se tornou o local ideal para esta pizza que percorre diversos lugares, carregando uma cozinha funcional, mas com a técnica tradicional para o preparo de uma pizza. Adorei a ideia, e você o que achou dessa ideia sustentável?

Del Popolo Pizzaria itinerante cosntruida em um container

Del Popolo Pizzaria itinerante cosntruida em um container

Del Popolo Pizzaria itinerante cosntruida em um container

Del Popolo Pizzaria itinerante cosntruida em um container

Del Popolo Pizzaria itinerante cosntruida em um container

Del Popolo Pizzaria itinerante cosntruida em um container

Del Popolo Pizzaria itinerante cosntruida em um container

Del Popolo Pizzaria itinerante cosntruida em um container

Del Popolo Pizzaria itinerante construida em um container

Del Popolo Pizzaria itinerante construida em um container

Del Popolo Pizzaria itinerante construida em um container

Del Popolo Pizzaria itinerante construida em um container

Del Popolo Pizzaria itinerante construida em um container

Del Popolo Pizzaria itinerante construida em um container

Del Popolo Pizzaria itinerante construida em um container

Del Popolo Pizzaria itinerante construida em um container

Del Popolo Pizzaria itinerante construida em um container

Del Popolo Pizzaria itinerante construida em um container

 

24mar

Fotos retratam presos e os conselhos que dariam a “eles” mais jovem

Há um ano, um amigo de infância do fotógrafo Trent Bell foi sentenciado com 36 anos de cadeia.
Vivenciando a realidade de ter alguém próximo na cadeia, pelo resto da vida, Bell passou a pesquisar e documentar uma série de eventos e histórias sobre presidiários e o que havia acontecido com eles para estarem ali.
Nessa incessante pesquisa sobre a vida na cadeia, o fotografo criou o projeto “Reflect”.
No inicio, criado como uma série de retratos documentais, Bell decidiu que seguir desta forma crua, tiraria grande parte da verdadeira emoção que, de fato, importava.
Enfim, o projeto chegou ao formato ideal: uma colaboração entre o fotógrafo e os presidiários.
Assim, junto com o retrato tirado, os presos também escreveram uma carta ao seu “eu” mais jovem, pensando naquilo que falariam, nos conselhos, nas escolhas e talvez em algo que pudessem mudar se voltassem ao passado , como o destino e a fatídica prisão.
Como mostra o vídeo de making of, as cartas foram digitalizadas e, como resultado final, aparecem hibridizadas aos retratos tirados.
Carregadas de sentimentos, palavras e letras à mão, a série é de uma emoção arrebatadora que consegue transparecer toda uma vida atrás das grades.
Confira as fotos:

Fotos retratam presos e os conselhos que dariam a eles

Fotos retratam presos e os conselhos que dariam a eles

Fotos retratam presos e os conselhos que dariam a eles

Fotos retratam presos e os conselhos que dariam a eles

Fotos retratam presos e os conselhos que dariam a eles

Fotos retratam presos e os conselhos que dariam a eles

Fotos retratam presos e os conselhos que dariam a eles

Fotos retratam presos e os conselhos que dariam a eles

Fotos retratam presos e os conselhos que dariam a eles

Fotos retratam presos e os conselhos que dariam a eles

Fotos retratam presos e os conselhos que dariam a eles

Fotos retratam presos e os conselhos que dariam a eles

22mar

Máquina imprime biscoitos Oreo em 3D

A Oreo montou um Trending Vending Lounge no SXSW 2014, Austin, Texas. Nesse espaço, os fãs podem criar biscoitos personalizadas de acordo com, por exemplo, as trends do Twitter e imprimi-las em 3D.
Em conjunto com o Twitter, a Oreo desenvolveu algoritmos específicos que imprimem biscoitos de acordo com o assunto falado no Twitter em tempo real.
No Daily Twist os fãs viram a cultura pelos olhos da Oreo, já com o Trending Vending eles  deliciaram cultura com a Oreo.
A personalização dos biscoitos é feita através do sabor do recheio das mesmas.
Existem 12 sabores – de banana a menta, sem esquecer lima e bolo-de-aniversário – todos eles bem coloridos. Quanto ao biscoito, pode ser impresso em chocolate (igualzinho ao tradicional dos Oreos) ou em baunilha. O resultado são mais de 4 mil combinações diferentes. Depois de escolhido o sabor, a ma?quina imprime em 3D, o creme no biscoito; dois minutos depois, esta está pronto para ser saboreado.
Criadas pela MAYA Design, as maquinas estão ainda em fase experimental, mas correrão o Mundo em breve.
De acordo com Bonin Bough, VP ­ Global Media and Consumer Engagement, serão apresentadas em Cannes.
Bough disse ainda que “um dia sera? possi?vel imprimir muitas coisas em 3D, desde chocolate a guloseimas; isso ja? esta? a ser feito, mas não e? tanto acerca da tecnologia, apesar de esta ser um grande avanc?o. O que interessa aqui e? compreender o que os consumidores querem e dar­-lhes esse tipo de experiência personalizada”.
As pessoas que experimentaram disseram que as biscoitos tem o mesmo sabor que os Oreos originais.
Cada sabor corresponde a um trend do Twitter. Existe, por exemplo, o da selfie tirada pela Ellen na cerimônia do Oscar. Comer um biscoito impresso nesta máquina é como comer um tweet, daí a ação estar sendo promovida nas redes sociais com #eatatweet.
Confira as imagens:

Máquina imprime biscoitos Oreo

Máquina imprime biscoitos Oreo

Máquina imprime biscoitos Oreo

Máquina imprime biscoitos Oreo

Máquina imprime biscoitos Oreo

Máquina imprime biscoitos Oreo

Máquina imprime biscoitos Oreo

Máquina imprime biscoitos Oreo

Máquina imprime biscoitos Oreo

Máquina imprime biscoitos Oreo

Máquina imprime biscoitos Oreo

Máquina imprime biscoitos Oreo

Máquina imprime biscoitos Oreo

Máquina imprime biscoitos Oreo

 

22mar

Jardim feito com livros e musgos

Em meio a floresta, paredes feitas de livros velhos delimitam espaços do que poderia ser uma casa imaginária habitada por algum fanático por literatura. O morador fictício, no entanto, parece ter deixado o refúgio para trás há muito tempo, como atestam as centenas de fungos que crescem pelas supostas ruínas abandonadas.
Eis uma impressão que se tem diante da instalação temporária Jardim do Conhecimento, desenvolvida por Thilo Folkerts e Rodney LaTourelle.
O projeto será montado, para o Festival Internacional de Jardinagem de Métis, em Quebec, no Canadá. O evento, que figura entre os principais de seu ramo, conta com mais de 80 jardins.
Para a realização da obra são necessários cerca de 40 mil livros, algumas toras de madeira, barras de aço e muitos cogumelos e musgos. Enquanto a madeira e o aço atuam como estruturas, respectivamente horizontal e vertical, os outros itens tratam de enriquecer conceitualmente o projeto instalado em meio à mata. Os livros empilhados formam paredes de até 1,8 m de altura e bancos. Alguns deles fazem as vezes de tapetes no piso.
O objetivo é explorar a relação mítica entre a natureza e o conhecimento – o paraíso é, biblicamente, o resultado destes elementos. Ao empregar livros na construção de um jardim, confronta-se a atemporalidade do conhecimento com a periodicidade da natureza. A deterioração dos volumes é acelerada pela adição de elementos vivos em sua superfície: os musgos e cogumelos.
Os livros são obtidos via doações. Escolas e bibliotecas concederam aos designers volumes que seriam descartados. Eles têm conteúdos variados, o que acentua a noção de degradação da cultura. É o homem, ou sua humanidade, sumindo, desfazendo-se ao ponto de restar apenas a natureza.
Confira esse projeto incrível:

 Jardim feito com livros e musgos

Jardim feito com livros e musgos

 Jardim feito com livros e musgos

Jardim feito com livros e musgos

 Jardim feito com livros e musgos

Jardim feito com livros e musgos

 Jardim feito com livros e musgos

Jardim feito com livros e musgos

 Jardim feito com livros e musgos

Jardim feito com livros e musgos

 Jardim feito com livros e musgos

Jardim feito com livros e musgos

 Jardim feito com livros e musgos

Jardim feito com livros e musgos

 Jardim feito com livros e musgos

Jardim feito com livros e musgos

 Jardim feito com livros e musgos

Jardim feito com livros e musgos

 Jardim feito com livros e musgos

Jardim feito com livros e musgos

 Jardim feito com livros e musgos

Jardim feito com livros e musgos

 Jardim feito com livros e musgos

Jardim feito com livros e musgos

21mar

Google “Street” View faz fotos incríveis 360º no fundo do mar.

Mais uma do Google, que acaba de lançar Google Maps  “Street View” fotos 360º tiradas debaixo da água…isso mesmo, debaixo d’água.
Algumas localizações incríveis como Hanauma Bay e Molokini Crater no Havaí, a Ilha de Apo nas Filipinas e a Grande Barreira de Coral na Austrália, o lugar mais desejado de 11 em cada 10 mergulhadores.
Já existiam fotos da Antártica na ferramenta, dos Alpes Suíços e de estabelecimentos fechados como a Legoland.
Ou seja estamos literalmente num planeta de imagens em 3D, onde no futuro talvez possamos explorar qualquer lugar que quisermos.
Mega assustador, o que fazíamos romanticamente nos livros, usando a imaginação, agora vira realidade.
As fotos oceânicas foram recolhidas pela Catlin Seaview Survey, um projeto que estuda, entre outras coisas, o impacto do aquecimento global nos recifes de coral.
O Google já tem planos para lançar fotos da selva amazônica no ano que vem. Ansiosa por isso.
Dá pra acreditar que a Apple ainda tem coragem de arrancar o Google Maps do iPhone.

Google “Street” View faz fotos incríveis 360º no fundo do mar

Google “Street” View faz fotos incríveis 360º no fundo do mar

Google “Street” View faz fotos incríveis 360º na Antártica

Google “Street” View faz fotos incríveis 360º na Antártica

Google “Street” View faz fotos incríveis 360º no fundo do mar

Google “Street” View faz fotos incríveis 360º no fundo do mar

Google “Street” View faz fotos incríveis 360º no fundo do mar

Google “Street” View faz fotos incríveis 360º no fundo do mar

Google “Street” View faz fotos incríveis 360º no fundo do mar

Google “Street” View faz fotos incríveis 360º no fundo do mar

21mar

Emocionante campanha da Johnson&Johnson: Seu Carinho Pode Salvar Vidas

A Johnson & Johnson desenvolveu uma campanha nobre e porém desafiadora chamada: “Seu Carinho Pode Salvar Vidas”, para promover uma coleta de 20 mil bolsas de sangue até junho, quando começa a Copa do Mundo.
A marca conta com duas lindas porta-vozes, Sarah e Gabrielli, meninas que precisaram de sangue durante o tratamento de leucemia, que agradecem os heróis anônimos que ajudaram a salvar suas vidas, mega emocionante.
O filme criado pela The Heart Corporation une o depoimento das meninas com imagens de doadores de sangue e informações importantes, como a possibilidade de apenas uma bolsa de sangue poder ajudar até 4 pessoas. No final, as meninas se encontram pessoalmente com alguns de seus heróis anônimos. Super lindo e comovente.
Assista o vídeo e faça já sua doação:

Emocionante campanha da Johnson&Johnson: Seu Carinho Pode Salvar Vidas

Emocionante campanha da Johnson&Johnson: Seu Carinho Pode Salvar Vidas

Emocionante campanha da Johnson&Johnson: Seu Carinho Pode Salvar Vidas

Emocionante campanha da Johnson&Johnson: Seu Carinho Pode Salvar Vidas

21mar

Google lança o Android para Smartwatch

Android Wear é uma versão do sistema operacional desenhada especificamente para wearables. O Android Wear será visto apenas em relógios (os smartwatches), mas a Google quer que os fabricantes também o adaptem em óculos, pulseiras outros gadgets de vestir.
O visual do Android Wear é bem parecido ao da interface do Google Glass, e permitirá que os wearables que o utilizem executem as principais funções oferecidas por todos os outros aparelhos do tipo, como exibição de notificações, alertas, notícias, troca de mensagens curtas e até interações sociais.
O Google Now é uma das principais peças deste Android Wear. Os comandos de voz, os cartões e a “informação certa, no momento certo, sem o utilizador perguntar por ela” existem neste novo OS da Google concebido especificamente para relógios, pulseiras, óculos e outros wearables.
Ao invés de uma série de notificações vindas do telefone à espera de serem vistas removidas pelo utilizador, o Android Wear tem um Google Now-stream com informação relevante e contextualizada, organizada em cartões. A caminho do escritório? O Wear te diz como está o trânsito. O game favorito que você adora jogar? O smartwatch atualiza os resultados em tempo real. Tudo sem ter que perguntar. Os reminders também estão integrados, sendo possível recebê-los diretamente no pulso.
Teoricamente qualquer empresa poderia dar um serviço como este, mas só a Google o faz, e muito bem. Ela tem os seus e-mails, as suas fotos, sabe onde você mora, onde trabalha, como chega em casa, o que é que comprou ontem à noite na Web, para onde vai viajar amanhã. O Google Now sabe mais de você que qualquer outra empresa jamais saberá.
Pensando bem, que isso pode ser assustador, mas é o que fará dos wearables com Android Wear um must-have.
A Google lançou dois vídeos que mostram toda a interface do Android Wear e, pelo que vimos, é impressionante, confira:


Google lança o Android para Smartwatch

Google lança o Android para Smartwatch

Google lança o Android para Smartwatch

Google lança o Android para Smartwatch

21mar

Sagmeister & Walsh cria programa de TV para “remixar” logo da Adobe

Adobe pediu ao studio Sagmeister x Walsh, que fizesse uma interpretação gráfica de sua logo.
Porém a agência de design decidiu fazer algo extraordinário e transformar todo o processo criativo numa espécie de concurso tv, apelidado de Sagmeister x Walsh ( ou seja, os próprios sócios do escritório, o Stefan Sagmeister e a Jessica Walsh).
A missão era recriar a marca da Adobe através de diferentes tipos de materiais nada convencionais, de bolo a piñata, que são definidos conforme giram a roleta.
Um grupo de jurados, formado por profissionais de outros estúdios e empresas, votam nas melhores criações.
O programa apresentado por Todd Newton, tem no total de 5 episódios. O objetivo é utilizar o “concurso de tv” para produzir a peça final a entregar ao cliente, isto é, à Adobe.
Na verdade, o desafio enquadra-se na campanha #AdobeRemixes, na qual a Adobe pede a agências e estúdios de design ou a designers freelancers para “remixarem” a famosa letra A. Os resultados são, mega interessantes.
No tal “concurso”, os sócios da agência – Stefan Sagmeister e Jessica Walsh – são desafiados a recriar a marca da Adobe através de diferentes tipos de materiais nada convencionais e das formas mais caricatas possíveis, segundo uma roda giratória. O apresentador é o muito aclamado Todd Newton.
A sacada da Sagmeister x Walsh foi sensacional e divertida, confira:


Sagmeister & Walsh cria programa de TV para “remixar” logo da Adobe

Sagmeister & Walsh cria programa de TV para “remixar” logo da Adobe

Sagmeister & Walsh cria programa de TV para “remixar” logo da Adobe

Sagmeister & Walsh cria programa de TV para “remixar” logo da Adobe

20mar

Especial: Dia da Felicidade

Uma seleção de vídeos dedicados ao dia da Felicidade, esses vídeos trazem humor, reflexão e, acima de tudo, mostram como a felicidade pode ser alimentada por ações simples.
Dizia o  filósofo Nietzsche, que buscar a felicidade plena é um desperdício de tempo. Os seres humanos fatalmente terão momentos de tristeza em sua caminhada sobre a Terra. Mas os momentos bons precisam ser aproveitados. Pensando nisso e aproveitando o Dia Mundial da Felicidade, o Adnews resolveu compilar 10 campanhas sobre o tema.
Os vídeos abaixo trazem humor, reflexão e, acima de tudo, mostram como a felicidade pode ser alimentada por ações simples.
O Primeiro:
O comercial do Pão de Açúcar, da agencia P. A. Publicidade,  Clarice Falcão e toda sua ternura neste filme. Inspirado no longa-metragem “Bom dia, Vietnã”, de Lerry Levinson, em que um disc-jockey (famoso DJ) contagia os ouvintes com suas transmissões.

O Segundo:
Coca-Cola e a Máquina da Felicidade, A Máquina da Felicidade, instalada em uma escola nos Estados Unidos, funcionava assim: a pessoa que passasse por ela e comprasse uma Coca-Cola recebia além da bebida, brindes como mais refrigerantes, sanduíches e até mesmo coisas inesperadas, como flores e bichos de bexiga. Confira:

O Terceiro:
Budweiser, Este clássico da publicidade está na lista por um motivo: é engraçado. O filme da DDB Chicago para a cerveja Budweiser mostra alguns amigos relaxando e perguntando uns ao outros algo como “O que que tá rolando?” de maneira bizarra. Veja :

O Quarto:
Brastemp e o sorriso,
campanha da agencia DM9DDB. No dia 15 de setembro de 2010, a DM9DDB e a Brastemp pararam 11 emissoras de rádio simultaneamente em São Paulo. O objetivo: espalhar a felicidade. Deu certo. Confira:

O Quinto:
Advil e o jornal “sem dor de cabeça”. Já imaginou algo mais feliz do que um mundo sem problemas? Pois foi o que fez o Advil nesta ação feita em parceria com a WMcCann

© Copyright 2013-2020, Todos os Direitos Reservados - TERMOS E CONDIÇÕES E USO DO BLOG