23ago

9 Filmes e Séries que retratam o cyberbullying

Compartilhe com os amigos!
70Compartilhamentos

O assunto de cyberbullying tem que estar presente cada vez mais nas discussões da sociedade e dentro daas casas. Às vezes as famílias por serem omissa, acabam não percebendo o universo virtual em que os filhos se encontram e esquecem que esse universo é composto de muita gente mau.  O Cyberbullying já faz parte da nossa sociedade e por isso é importante sabermos como previnir. O Cyberbullying se caracteriza pela agressão, intimidação e difamação através das redes sociais ou plataformas de envio de mensagens digitais.

O que antes era restrito à um grupo, agora com a internet o bullying se amplia e alcança a todos. O Cyberbullying é quando o bullying acontece no mundo cyber, logo, também por meio das redes sociais, afetando principalmente a vida de jovens em idade escolar.

Nesse post, trouxe 9 filmes e séries que retraram o Cyberbullying. Se você já assistiu algum deles deixe o que achou nos comentários.

9 Filmes e Séries que retratam o cyberbullying

9 Filmes e Séries que retratam o cyberbullying

Audrie & Daisy

[DOCUMENTÁRIO] “Audrie & Daisy”: o poder destrutivo da violência sexual e do bullying

[DOCUMENTÁRIO] “Audrie & Daisy”: o poder destrutivo da violência sexual e do bullying

Audrie e Daisy é um documentário original Netflix que trata sobre a história de duas jovens que foram estupradas em sua adolescência e que além do estupro também sofreram com a divulgação em redes sociais e a ignorância da sociedade.

Audrie Pott e Daisy Coleman é um daqueles documentários que faz você ficar revoltado e reflexivo ao mesmo tempo. Certamente não é um documentário para todo tipo de público, por tratar de temas extremamente delicados, como estupro e pedofilia, porém na nossa época de redes sociais e discussões, o tema nunca foi tão atual e sua discussão necessária.

Audrie e Daisy eram ainda adolescentes, na faixa de 14 anos, quando foram embriagadas, sofreram estupro coletivo por colegas, de menor e maior idade e tiveram as fotos e imagens divulgadas na internet. Se isso não fosse o suficiente, elas também tiveram o julgamento da sociedade, colegas, delegados, promotores, culpando elas, as vítimas, pelo ocorrido.

Série YOU

You (2018-) Da Netflix

You (2018-) Da Netflix

You é uma série de TV norte-americana produzida originalmente para Netflix. A história acompanha Joe, um gerente de livrarias que conhece uma aspirante a escritora e usa a internet e as mídias sociais como ferramentas para reunir as informações pessoais para se aproximar dela e também para fazer a mulher dos seus sonhos se apaixonar por ele.

A estranha paixão rapidamente se torna obsessão, ao mesmo tempo em que ele passa a eliminar silenciosa e estrategicamente todos os obstáculos – e pessoas – que aparecem no seu caminho.

A série é baseada no livro de mesmo nome da autora Caroline Kepnes.

No Brasil, a série também é transmitida pela Netflix.

No elenco estão, Penn Badgley (Gossip Girl), Elizabeth Lail (Once Upon a Time), Shay Mitchell (Pretty Little Liars), Ambyr Childers (Ray Donovan) e John Stamos (Fuller House).

Sierra Burgess is a loser

Sierra Burgess É Uma Loser

A vida na escola não é fácil. Conquistar seu crush também não. E descobrir quem você é de verdade? Isso é moleza. SQN. O filme “Sierra Burgess is a loser” traz um enredo adolescente, que tinha tudo para quebrar estereótipos e apresentar uma nova visão dos filmes de romance.

Contudo, existem diversas bandeiras vermelhas ao longo do filme. A questão mais séria é o catfish praticado pela personagem principal. O termo é mais comum nos EUA, e denomina quem cria perfis falsos para enganar emocionalmente outras pessoas. No mundo real, o catfish também pode ter como finalidade a extorsão financeira da vítima do golpe. Uma mensagem enviada por engano dá início ao romance virtual entre uma nerd e um atleta. O problema é que ele acha que está falando com uma popular líder de torcida, isso é o catfish.

No filme, Sierra Burgess é uma garota inteligente que não se encaixa nos padrões de beleza, enquanto Verônica é uma garota bonita e popular que pratica bullying, principalmente com Sierra.

Após uma maldade de Verônica, Sierra finge ser ela enquanto conversa com Jamey, o mocinho do filme. Ele se apaixona pela personalidade de Sierra, mas pensa que é Verônica.

Nesse caminho, Sierra acaba passando longe da ética em vários momentos, principalmente quando resolve expor Verônica para toda a escola como punição pelas suas atitudes.

A Girl Like Her

A Girl Like Her

A Girl Like Her

A Girl Like Her (uma garota como ela), é um filme em formato de documentário, que conta a história de duas garotas que já foram amigas.

Aos 16 anos, Jessica Burns guarda um segredo. A única pessoa que o conhece é seu melhor amigo, Brian Slater. Durante o ano, ela tem sofrido com as maldades da sua ex-melhor amiga, Avery Keller, uma das alunas mais bonitas e populares da escola. O que se pode fazer quando o mundo vê a imagem de uma pessoa que não corresponde a realidade? Com a ajuda de Brian e uma câmera, as imagens das maldades de Avery são filmadas e finalmente mostradas a todos, fazendo com que as duas garotas e suas famílias tenham que encarar a verdade.

Você precisa prestar atenção nos detalhes e ir juntando todas a peças na sua cabeça para só assim você entender o lado das duas.

É um filme sobre bullying, direto e aterrorizante. Se fomos procurar filmes nesse estilo, vamos encontrar vários, porém, nenhum deles é tão íntimo como esse. E nenhum deles te dá a oportunidade de ter uma visão mais ampla, a visão das duas pessoas.. a vítima e o praticante..

Quando digo que com a mente fechada não chegamos longe eu quero dizer que você precisa ter uma certa paciência e parar um minuto e se colocar não só no lugar da Jéssica, mas se colocar no lugar da Avery também… O que é muito difícil no começo.

Amizade Desfeita

Amizade Desfeita

Amizade Desfeita

Amizade Desfeita , é pra você que curte um filme de terror e ficção! Você encontra também dentro do NetFlix. Seis adolescentes provocam o suicídio de uma garota e se tornam alvo de um perigoso e misterioso usuário online em busca de vingança.

Após ter um vídeo constrangedor postado na internet, Laura decide se matar. A situação choca todos seus colegas de escola, mesmo aqueles que não gostavam muito dela. Um ano após o suicídio, um grupo de seis amigos conversam pelo Skype quando percebem a presença de uma sétima pessoa na videoconferência. E pior, alguns dos jovens começam a receber mensagens do perfil de Laura no Facebook. Aos poucos, a sétima pessoa começa a se revelar e exige fazer um jogo com os outros seis que pode ter consequências perigosas.

A premissa é interessante, debatendo inclusive a questão do bullying virtual e a forma como jovens se comportam nas redes. Infelizmente, toda a trama de terror acaba jogando contra. Vemos uma sucessão de cenas impactantes, mas a onipresença da ameaça acaba tornando-a menos interessante. Até ficamos curiosos para saber o que vai acontecer no final, mas quando tudo chega ao fim, não há nada de muito revelador.

 

Bullying Virtual

Bullying Virtual

Bullying Virtual, conta a história de uma adolescente chamada Taylor Hillridge, uma estudante do ensino médio, que acabou de ganhar seu primeiro computador e decidiu criar seu perfil em uma rede social. Tudo parece perfeito, até alguém interromper sua privacidade hackeando sua conta e espalhando histórias falsas a seu respeito. Taylor começa a sofrer experiências de humilhação e tenta superar o drama que é ser exposta em um ambiente virtual e físico (em sua escola).

Outro filme a retratar este aspecto tão presente na vida contemporânea é Cyberbully. Tendo como tema o bullying na escola, o diretor Charles Binamé utiliza do termo “Cyberbully” para mostrar como este conceito vem evoluindo dentro em nossa sociedade. Interessante que o filme toca no problema e aponta algumas possíveis soluções (para pais, professores e políticos; sim, este também é um problema de ordem política). Recomendado para se passar em grupos de estudos relacionados a temáticas educacionais contemporâneas.

Esse você precisa ver!

 

Pesadelo Social

Pesadelo Social

Pesadelo Social

Pesadelo Social, mostra a vida de uma estudante chamada Cat, que está quase terminando o 3° ano do colegial e tem tudo para entrar em uma ótima universidade. Suas chances são atrapalhadas quando fotos impróprias de Cat são postadas em suas próprias redes sociais. Agora ela precisa fazer de tudo para limpar sua reputação e descobrir o culpado.

Filme interessante sofre bullyng virtual. O final é surpreendente! Vale a pena conferir!

 

13 Reasons Why

13 Reasons Why

13 Reasons Why

13 Reasons Why é uma série de televisão norte-americana, dirigida por Brian Yorkey, lançada em março de 2017 no Netflix. Baseada na obra literária Os 13 Porquês de Jay Asher, a série conta com duas temporadas, a segunda lançada em maio de 2018.

Abordando assuntos polêmicos que afetam muitos jovens como depressão, bullying, isolamento, abuso sexual e suicídio, a série foi um sucesso imediato, conquistando a atenção de público por todo o mundo.

Muitos acreditam que 13 Reasons Why é um show perigoso, porque parece glorificar sentimentos negativos. Outros acham que está cumprindo um papel social importante, por refletir sobre questões que muitas vezes são excluídas da ficção juvenil.

O filme conta sobre uma caixa de sapatos é enviada de Hannah para Clay, o que o surpreende, já que a garota acabara de se suicidar. Dentro da caixa estão 13 fitas gravadas por ela com os “13 porquês” de sua morte.

Uma foto de Hannah compartilhada entre os colegas da escola foi um dos motivos, e nós fizemos um post sobre isso aqui no blog. Se você ainda não leu, dê uma conferida!

 

Depois de Lúcia

Depois de Lúcia

Depois de Lúcia

Desde a morte de sua esposa, Roberto não consegue dedicar muito tempo à sua filha Alejandra, uma jovem de 15 anos. Para escapar da depressão que passa a dominar a rotina dos dois, pai e filha deixam a cidade de Vallarda em busca de uma nova vida na Cidade do México. Envergonhada e incapaz de explicar para o pai as razões, Alejandra omitirá as humilhações e abusos emocionais e físicos sofridos em seu novo colégio. Os dois vão se distanciando cada vez mais, à medida que a violência toma conta de suas vidas.

Neste drama dirigido por Michel Franco, o que mais impressiona são as barbaridades dirigidas a uma jovem garota por causa de um vídeo compartilhado com quase todos os colegas da escola em que ela estuda. Diferente dos demais filmes até então apresentados, este não coloca o uso da tecnologia digital à frente da trama, mas coloca o ser humano no centro desse processo.

O filme traz uma forte carga emocional ao representar os atos de uma juventude nutrida por desejos de ódio e vingança. Um filme forte, ainda que não contenha cenas explícitas.

É realmente um grande filme, forte, realista, perturbador. Nem vou me alongar no tema bullying, pois acredito que todo mundo sabe o quão horroroso isso pode ser e quão presente está no mundo. Gostaria que, quem pudesse, assistisse o quanto antes esse filme pra me contar o que achou. Só não dou cinco estrelas porque o filme me fez sentir mal algumas vezes.

Comentários

Compartilhe com os amigos!
70Compartilhamentos

Sobre Marcus Pessoa

Sou manauense, graduado em Design de Interface Digital, pós-graduado em Marketing, Propaganda e Publicidade pela Laureate International Universities e mestrando em Design da Comunicação na Politecnico di Milano - Itália. Sou o idealizador do No Amazonas é Assim e em meu blog escrevo sobre Cidades Inteligentes, Marketing Digital, Curiosidades do Amazonas, Manaus de Antigamente além de dar minhas opiniões e Pitacos sobre coisas do cotidiano que interferem diretamente na vida de todos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *

*

© Copyright 2013-2021, Todos os Direitos Reservados