Tesoureiro do PSL filma sua agressão à pedinte e vídeo viralizou causando indignação - Marcus Pessoa
10abr

Tesoureiro do PSL filma sua agressão à pedinte e vídeo viralizou causando indignação

Compartilhe com os amigos!
315Compartilhamentos

Vocês viram esse vídeo? Ele é nojento. O cara atrai um pedinte com dinheiro. Troca uma ideia com ele.. Dá uma tapa no cara e grita xingando o cara. É o tipo de coisa que você bate o olho e sabe a quem o cara serve. É aquele perfil de hipócrita. De temente à Deus,mas na primeira oportunidade humilha pobres e bate em mulher. Perfil da raça mais desumana que existe. Perfil de gente podre por dentro e quer ser puritano por fora. Que acha legal fazer esses tipos de coisas. Não demorou muito pra ser exposto de onde ele é e o que ele faz.

Empresário agride pedinte no rosto, chama de "vagabundo", e ainda grava toda a ação.

Empresário agride pedinte no rosto, chama de “vagabundo”, e ainda grava toda a ação.

O vídeo foi publicado na internet na manhã da última quinta-feira (9). Nele, aparece o empresário Adonias Correa Santana conversando com um pedinte e registra toda a ação. Ele pergunta se o homem quer R$ 20 e quanto ele consegue ganhar na rua por dia. Logo depois, outro homem, que está filmando, fala para que o madeireiro dê mais R$ 5.

Com uma nota de R$ 5 na mão, Adonias pede para que o homem chegue mais perto. Neste momento, lhe dá um tapa no rosto, e diz: “vai trabalhar, vagabundo!”. O pedinte fica sem reação.

O vídeo foi compartilhado em diversas páginas de todo o Brasil, causando indignação. As pessoas revoltaram-se por um ato deste, principalmente em meio a uma pandemia e recessão econômica.

A diretoria executiva do PSL em Mato Grosso excluiu de suas fileiras o secretário e tesoureiro do partido no município de Tabaporã (657km de Cuiabá), Adonias Correa Santana, que agrediu um morador de rua em Sinop e filmou toda ação. Não contente, o homem ainda postou o vídeo e zombou da vítima nas redes sociais.

Adonias Correa Santana é madeireiro e possui 22 processos contra ele.  Segundo o presidente do partido, Aécio Rodrigues, a medida foi tomada assim que a cúpula tomou conhecimento do ato cometido por Adonias. “Foi excluído no ato”, resumiu.

Um Advogado já procurou a delegacia junto com o morador e registrou o Boletim de Ocorrência. A polícia segue investigando o caso e deve tomar as devidas providências já que outras denúncias começaram a aparecer envolvendo o empresário.

Compartilhe com os amigos!
315Compartilhamentos

Sobre Marcus Pessoa

Sou o idealizador do No Amazonas é Assim. Em meu blog escrevo sobre Marketing Digital, Conteúdos Criativos, Empreendedorismo, Manaus de Antigamente além de dar minhas opiniões sobre Política e outras coisas mais.
Comentários
© Copyright 2013-2020, Todos os Direitos Reservados - TERMOS E CONDIÇÕES E USO DO BLOG