O que torna uma cidade inteligente?

Compartilhe com os amigos!
0Shares

“Não é o mais forte das espécies que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o mais propenso a mudar”, disse Charles Darwin. A internet das coisas (IoT) está ajudando a conectar nossos mundos físico e digital como nunca antes. A tecnologia gera novas oportunidades para inovar e tornar seu negócio ou organização, mais inteligente, mais segura e mais eficiente. Parece ótimo, mas por onde e como você deve começar?

As cidades são compostas de entidades como agências governamentais e policiais, empresas, sistemas de saúde, aeroportos e transporte, para serviços públicos, escolas, universidades e muito mais. Cada uma dessas organizações possui desafios e oportunidades, mas todas compartilham necessidades comuns: devem aumentar a eficiência operacional e a economia de custos, melhorar a experiência das pessoas que eles servem e manter pessoas e bens seguros.

É por isso que a transformação digital de um sistema urbano precisa atender resultados ambientais, financeiros e sociais. As cidades inteligentes utilizam a tecnologia para fornecer soluções para problemas com a iluminação pública, coleta de lixo, trânsito, construções de grandes edifícios, e o desperdício de água.

Recentemente, tive contato com uma pesquisa da IDC, que apontou que os gastos de cidades inteligentes atingirão US $ 158 bilhões em 2022. Algumas formas de conseguir investimentos e resultados para construir as cidades inteligentes, são por meio de parceiros confiáveis, que permitirão a experimentação e inovação. Aqui no Brasil, temos, por exemplo um caso da CPFL , que gerou maior agilidade no processamento de dados e resultou em uma melhor prestação de serviço para o consumidor final e segurança para os eletricistas da empresa.

A IDC também lista as principais ações para o investimento em cidades inteligentes

  • Concentrar-se na gestão do crescimento;
  • Mais RFPs relacionados ao planejamento estratégico e benchmark;
  • Conscientização política para uma cidade mais educada e envolvida em ser Smart;
  • Testar novos modelos de negócios;
  • Estruturas ágeis para incentivar a inovação e também gerenciar riscos

É por isso que é fundamental estabelecer princípios e diretrizes de governança claros que assegurem acesso a dados, permitindo a experimentação. Este é um dos melhores caminhos para uma cidade tornar-se inteligente.

Vale ressaltar também que é necessário considerar que a transformação digital gera engajamento e uma sociedade cada vez mais disposta a compreender e a entender a inovação. Só assim ela estará pronta para cobrar posturas do poder público para que adote práticas tecnológicas, mas, sobretudo, sustentáveis.

Burj Khalifa Bin Zayid (em árabe: ??? ?????; "Torre do Khalifa"), anteriormente conhecido como Burj Dubai, é um arranha-céu localizado em Dubai,

Burj Khalifa Bin Zayid (em árabe: ??? ?????; “Torre do Khalifa”), anteriormente conhecido como Burj Dubai, é um arranha-céu localizado em Dubai.

Texto por Claudio Tancrendi, Country Manager Hitachi Vantara Brasil

Comentários
Compartilhe com os amigos!
0Shares
Sou manauense, graduado em Design de Interface Digital, pós-graduado em Marketing, Propaganda e Publicidade pela Laureate International Universities e mestrando em Design da Comunicação na Politecnico di Milano - Itália. Sou o idealizador do No Amazonas é Assim e recebi o Prêmio Top Empreendedor nas Américas, além da Comenda da Cruz do Reconhecimento do Mérito do Empreendedorismo e a Cruz do Mérito da Amazônia, ambas as comendas outorgadas pela pela Câmara Brasileira de Cultura. Em meu blog, escrevo sobre Marketing Digital, Mídias Sociais, Branding, Gestão de Conteúdos Web, Turismo Cultural, Manaus de Antigamente além de Políticas Criativas.