13jun

A cidade de Tefé é poética : O civismo patriótico me encanta

Compartilhe com os amigos!
38Shares

Todas as vezes que me perguntam como é Tefé eu respondo : Tefé é poética. Como assim? Simples, Tefé te oferece algo que você não encontra nas cidades que fazem parte da região metropolitana de Manaus. Tefé te oferece todas as experiências que você estiver interessado em ter, em um espaço bem próprio.  Para falar mais sobre as suas características, vou abordar apenas 5 aspectos (cada um em um artigo diferente) que me fizeram simplesmente gamar na cidade e a partir deles, explicar o porque eu amo tanto essa cidade que tive a oportunidade de conhecer pela primeira vez em 2017.

Antes de tudo, relembrar um pouco esse almoço especial que tivemos na Pousada Casa do Caboclo em Tefé.

Por mais momentos como esse. Parar. Conversar olho no olho. Comer uma comida amazônica em meio a Floresta Amazônica. Falar de Turismo com membros da AmazonasTur, com membros do Instituto Mamirauá, com membros do Conselho de Turismo de Tefé e Empresário da área. Momento de agradecer à Deus por tudo que ele nos proporciona e irá nos proporcionar. Agradecer todo o carinho e hospitalidade que os Tefeenses tiveram conosco. Agradecer em especial ao prefeito Normando Bessa de Sá e ao Secretário de Turismo, Comércio e Indústria Christophan Mota pela confiança em nosso portal.

Civismo Patriótico Tefeense me Encanta

Quando fui à trabalho em junho de 2017, fui responsável pela equipe do portal No Amazonas é Assim para fazermos a cobertura do aniversário de 162 anos da cidade de Tefé. Enfrentado a cansativa viagem de ajato (lancha “executiva” que navegam nos rios amazônicos), na pior experiência que já tive até então. Deveríamos ter chego às 19h na cidade. Chegamos às 2h devido a lentidão do ajato de nome “Semeador”. Gravem bem esse nome e nunca entrem nele!

Devido ao atraso, perdemos a reinauguração da sede da Prefeitura de Tefé que havia sido toda restaurada, além da salva de fogos de artificio. Superado essa situação e todos hospedados no Ega’s Hotel (o melhor hotel de Tefé), o nosso primeiro evento da agenda foi pela manhã, no dia 15 de junho (data magna de emancipação politico-administrativa da cidade), no qual pudemos testemunhar o tradicional desfile cívico no centro de Tefé.

Instituto Federal do Amazonas durante o Desfile do Aniversário da Cidade

Confesso que não sabia da dimensão do desfile! O desfile cívico da cidade de Tefé é um evento grandioso que reúne cerca de 15 mil pessoas, pois fazem parte do ato cívico as creches, as escolas municipais e estaduais, o Instituto Ifam, Cetam, Corporações da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Loja Maçônica, Fanfarras, Grupo de Bombeiros mirins, Grupo de Escoteiros, Grupos da Terceira Idade e Servidores públicos.

Fanfarra da Cidade de Tefé durante o desfile do Aniversário de Tefé

Um detalhe muito importante que preciso sinalizar para você é que o Desfile do Aniversário da Cidade de Tefé não trata-se apenas de marchar. A preocupação, a organização e a finalidade é que durante o desfile, tanto as crianças como os adolescentes e os adultos apresentem a história da cidade de Tefé em forma de desfile. Significa que eles contam e apresentam para o público quadros representativos da História de Tefé, tais como a origem indígena de Tefé, a elevação da vila de Ega à categoria de cidade. A mistura das raças, a cultura , a economia, enfim, temas relacionados à cidade.  Simplesmente fantástico!

Escolas Indígenas de Tefé no Desfile do Aniversário da Cidade

Consagrado como uma das mais belas manifestações de civismo realizadas no Município de Tefé, o desfile de 15 de junho é sempre um sucesso de público e organização.

Além do desfile do dia 15 de junho, os desfiles de 5 de setembro e 7 de setembro também demonstram que os alunos possuem o culto à Pátria, aos seus símbolos e tradições e que esses jovens sabem da importância dos símbolos e do Orgulho de ser Tefeense desde pequeninhos. 

Crianças no Desfile da Cidade de Tefé

Uma ressalva importante, é sobre o termo e significado da palavra “civismo”. Aqui no meu blog o civismo que eu abordo, consiste no respeito aos valores e às instituições . Esse conceito de civismo é ligado diretamente à ideia de “amor pela pátria”. É muito interessante observar como eles são apaixonados pela terra deles e como são bairristas.

Reservado as dimensões, assim como os americanos comemoram o 4 de julho, Independência dos Estados Unidos, os tefeenses comemoram o seu 15 de junho. Eles sabem o quanto foi difícil manter a soberania.

Para se ter uma ideia da dimensão histórica de Tefé, depois do seu desmembramento em 1817, uma de suas vilas, Olivença, também se desmembrou e recebeu status de município. Entretanto, tempos depois, o município de Olivença foi suprimido e seu território retornou ao de Tefé. Nessa época, a comarca do Alto Amazonas, que compreendia o atual estado do Amazonas, era formado por apenas quatro municípios, sendo que um deles era Tefé. Em relação à área territorial, Tefé chegou a ser o maior município do mundo, abrangendo uma região superior a 500.000 km², equivalente ao território atual da Tailândia.

O desfile cívico de 5 de setembro em Tefé!

Dessa forma, comemorar a data de 5 de setembro e também a 7 de setembro , em Tefé, não é só comemorar uma data cívica, ou cumprir com a proposta do calendário escolar, mas antes, informar, formar, levar conhecimentos, atualizar informações, fazer com que o aluno cresça em conhecimentos e valores.

Isso me encanta muito, saber que os tefeenses não tomam essas datas apenas como mais um feriado.

Desfile de 7 de Setembro em Tefé

Comemorar essas datas da forma que eles fazem, eu vejo como a valorização, junto aos alunos, o Amazonas e o Brasil como um lugar diversificado desde sua formação humana, suas riquezas, suas belezas naturais, sua história de “Independência” sobre os olhares críticos e construtores de novos conhecimentos, além do que o livro didático pode oferecer, mas reconhecendo tal diversidade no próprio aluno, na sua família, na sua cidade, seu estado e finalmente no seu país.

Desfile de 7 de Setembro em Tefé

Um país que não comemora suas datas cívicas possui uma nação que não tem sentido e que não se identifica com a terra onde nasceu. Somos brasileiros, nascemos no Brasil.

Ou como já ouvi uma vez do Prefeito Normando quando o perguntei sobre como ele justificava a falta de “autoridades estaduais” na comemoração do aniversário da cidade, sendo que Tefé é a 6ª mais importante cidade do Amazonas? Ele foi categórico e me respondeu “Eu fiz o convite, eles não vieram. A festa é do povo de Tefé. A festa é pra quem mora aqui. Pra quem vive aqui. Eu fiz o meu papel em convidá-los. Agora, quem eu queria que estivesse aqui, está, que é o povo de Tefé. Eu costumo dizer que a gente não mora no Brasil, não mora no Amazonas, a gente mora em Tefé”.

Bandeiras Oficiais – Tefé, Brasil, Amazonas e a da Secretaria Municipal de Educação

Que Tefé inspire outras cidades e que entendamos que a partir do amor ao pertencimento do local, poderemos ser um Estado forte, independente de quem esteja no governo.

Meus amigos creiam em mim. O sonho brasileiro de felicidade passa por viver necessária e efetivamente suas datas cívicas. Parabéns Tefé, o civismo patriótico de vocês me encanta.

Parabéns por continuar estimulando a comemoração dessas datas prefeito Normando Bessa de Sá e vice-prefeito Jean Robson. Essa foto abaixo tirei no dia que os conheci, em 15 de junho de 2017, durante o desfile cívico do aniversário da cidade de Tefé. Lá vou eu para o 3º ano seguido na cidade de Tefé acompanhando os desfiles.

Jean Robson (Vice Prefeito de Tefé) e Normando Bessa de Sá (Prefeito de Tefé)

Jean Robson (Vice Prefeito de Tefé) e Normando Bessa de Sá (Prefeito de Tefé)

Agora gostaria de saber de vocês, a sua cidade também é assim? Comente abaixo e vamos interagir nos comentários.

Compartilhe com os amigos!
38Shares

Sobre Marcus Pessoa

Sou o idealizador do No Amazonas é Assim. Em meu blog escrevo sobre Marketing Digital, Conteúdos Criativos, Empreendedorismo, Manaus de Antigamente além de dar minhas opiniões sobre Política e outras coisas mais.
Comentários
© Copyright 2013-2019, Todos os Direitos Reservados