Natal, Fortaleza e João Pessoa: destinos imperdíveis para fugir do frio

Praia do Coqueirinho - Photo by GusG777

Praia do Coqueirinho – Foto by GusG777

Enquanto é época de frio na região sul e sudeste do Brasil, os termômetros baixos e o inverno não são tão rigorosos no litoral nordestino. O calor pauta o clima do nordeste durante o ano todo e os meses de junho e julho também são regados por temperaturas ideais para curtir uma praia.

Quanto mais ao norte e próximo à Linha do Equador, melhor quando o assunto é explorar o calor nordestino. Portanto, as praias dos Estados do Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte são as mais recomendadas para essa época do ano.

No entanto, mesmo com o fato de que as temperaturas ficam na casa dos 25 graus em cidades como João Pessoa e Natal, é bom sempre checar os aplicativos de tempo para não ser pego num clima chuvoso — não é raro por lá chover nessa época do ano.

Natal e suas atrações

Em junho, é melhor aproveitar as belas paisagens e o excelente clima de Natal pela manhã pois a tendência é chuva na parte de tarde. Quando o sol nasce, a temperatura geralmente é alta e dá para aproveitar muito das belas praias antes do almoço.

Entre os programas imperdíveis em Natal e arredores, estão os passeios de bugue, visitar as regiões dos pescadores e aproveitar as dunas espetaculares de Genipabu. Não é bom ficar só na capital potiguar pois há muita beleza natural em localidades próximas.

Praia de Genipabu_-Foto by Beto Quissak

Praia de Genipabu_-Foto by Beto Quissak

Porém, ledo engano pensar que Natal é uma cidade que se destaca apenas pelo clima. Toda beleza natural é acompanhada por um lugar que adora esportes e que é importante no cenário esportivo brasileiro. Mas não pense que nesse assunto Natal só é reconhecida com o tradicional futebol e suas variações na praia. A capital potiguar também vem se destacando no poker, e neste ano sediou um importante evento na modalidade.

Além disto, é bom aproveitar o lado cultural da cidade em dias chuvosos. O Museu de Cultura Popular Djalma Maranhã é uma visita imperdível para conhecer a cultura potiguar, enquanto o Memorial Câmara Cascudo é uma homenagem ao grande historiador da região — outra ótima visita turística.

A chuva passa longe de Fortaleza

Diferente das outras capitais nordestinas, em junho e julho o sol aparece com muito mais frequência em Fortaleza. A maior cidade do Estado do Ceará frequentemente atinge temperaturas que vão além dos 28 graus no inverno.

As praias do Meireles, de Iracema e do Futuro são excelentes para aproveitar o sol e provar da gastronomia regada a frutos do mar. Para os mais esportivos e radicais, Fortaleza é uma cidade ideal para a prática de kitesurfe e windsurf, e em dias de águas calmas é possível se aventurar no mar.

Praia de Iracema-Foto by Joao Carlos Medau

Praia de Iracema-Foto by Joao Carlos Medau

Para quem quiser aproveitar mais climas como de Fortaleza, o site Viaje na Viagem recomenda outros lugares por perto: “No Brasil, a melhor região para pegar praia é lá em cima, na costa nordestina voltada para o norte. O verão chega mais cedo no Maranhão, no Piauí e no Ceará (Jericoacoara e Fortaleza). Se você quer sol e calor garantidos em julho, voe para lá”, completa o site.

Clima totalmente praiano em João Pessoa e região

A cidade disponibiliza mais de duas mil piscinas naturais e isso é excelente motivo de visita para o turista que adora se refrescar na água. A capital potiguar é cercada de muitas opções para relaxar na água e no inverno isso não é diferente.

A chuva geralmente acontece no fim de tarde e noite, o que torna ideal visitar as praias mais famosas como Bessa, Cabo Branco e Tambaú na parte da manhã. O pôr-do-sol nessa cidade é muito procurado pelos turistas. Assim, vale a pena esticar a visita as praias até mais tarde se o clima não estiver nublado.

Praia Manaira Bessa - Foto by Patrick

Praia Manaira Bessa – Foto by Patrick

Assim como acontece em Natal, o turismo praiano não se limita apenas a João Pessoa. Há mais para visitar e conhecer nas cidades ao redor, o que torna a experiência ainda melhor para o turista. Lugares como Coqueirinho e Conde são excelentes para explorar mais do litoral nordestino.

“O destino Paraíba é completo. Temos 117 km de praia, sendo que nenhuma delas tem poluição permanente. Todas são piscinas naturais com temperatura média das águas chegando a 28ºC. Para nós, julho é considerada média estação por causa das férias escolares. 60 a 70% da capacidade hoteleira fica ocupada e queremos aumentar este número”, afirma Ruth Avelino, presidente da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur).

Além de todos esses fatores citados acima que tornam essas cidades interessantes para visitar no inverno, também há o fato de que esses lugares estão estrategicamente posicionados para uma visita a Fernanda de Noronha — a cereja do bolo em uma viagem ao nordeste nas férias. Portanto, motivos não faltam para conhecer o rico turismo nordestino.