Curta A Casa de pequenos cubos, La Maison en Petits Cubes

De 2008, este curta-metragem conta a história de um idoso solitário, que teve a sua casa submersa por uma enchente.
Com o passar dos tempos vai construindo novos andares à medida que o nível da água vai subindo.
Após deixar o seu cachimbo de estimação cair acidentalmente nas profundezas do oceano, ele decide mergulhar para encontrá-lo, e acaba trazendo de volta também algumas lembranças do seu passado.
Vídeo super comovente e sensível.
Vale a pena conferir:

Curta A Casa de pequenos cubos

Curta A Casa de pequenos cubos

Designer vende lixo de Nova Iorque em caixinhas

As aparências enganam, neste ditado popular que Justin Gignac provou sua teoria.
O designer de Nova Iorque criou uma nova peça de design: que um cubo de acrílico transparente, uma embalagem criativa. Porém que guarda lixo, isso mesmo lixo.
Entenda o caso, há quase dez anos, durante um estágio de verão, Justin iniciou uma discussão com os colegas sobre a importância de embalagens de design. Seus colegas não acreditavam na importância da aparência exterior dos produtos.
Para pôr em pratica seu pensamento Justin concretizou sua ideia da seguinte forma: Usou uma embalagem com o conteúdo de alguma coisa que ninguém quisesse comprar. Olhando para o centro  New Iorque, como inspiração,  finalmente conseguiu sua resposta O LIXO.
Imaginem só que a ideia deu super certo, hoje, o design se orgulha mega da ideia que teve.
Diz ele : “Vendo lixo. Percorro as ruas de Nova Iorque para apanhar coisas do chão. Depois de encher sacos com bilhetes do metro, da Broadway e tudo aquilo que possa caber, começo a colocar tudo nos cubos. Cada caixa é única e nenhuma cheira mal ou deixa verter alguma coisa. Estão assinados, numerados e datados, tornando-se uma peça perfeita para quem quer uma recordação de Nova Iorque”.
No inicio a ideia era vender os pequenos pacotes cúbicos a 10 dólares, mas a demanda foi tão grande que hoje vende cada “New York City Garbage” por 50 dólares.
Tanto sucesso que já vende lixo de Nova Iorque para mais de 29 países por 50 dólares, e já vendeu mais de 1200 peças, fora as edições especiais, onde o lixo vendido provém de locais específicos: dos jogos dos Yankees, da passagem de ano na Times Square ou da Convenção Nacional do Partido Republicano.

Realmente reforça também a ideia que tudo se vende, imaginem se essa moda pega.

Designer vende lixo de Nova Iorque em caixinhas

Designer vende lixo de Nova Iorque em caixinhas

Designer vende lixo de Nova Iorque em caixinhas

Designer vende lixo de Nova Iorque em caixinhas

Designer vende lixo de Nova Iorque em caixinhas

Designer vende lixo de Nova Iorque em caixinhas

Designer vende lixo de Nova Iorque em caixinhas

Designer vende lixo de Nova Iorque em caixinhas

Designer vende lixo de Nova Iorque em caixinhas

Designer vende lixo de Nova Iorque em caixinhas

Designer vende lixo de Nova Iorque em caixinhas

Designer vende lixo de Nova Iorque em caixinhas

Designer vende lixo de Nova Iorque em caixinhas

Designer vende lixo de Nova Iorque em caixinhas

Designer vende lixo de Nova Iorque em caixinhas

Designer vende lixo de Nova Iorque em caixinhas

Designer vende lixo de Nova Iorque em caixinhas

Designer vende lixo de Nova Iorque em caixinhas