Salário de Estagiário em Empresa de Tecnologia

Em uma época em que o estágio não remunerado persiste como uma realidade cruel, inabalável para milhões de jovens à procura de emprego, os estagiários de olhos ávidos de tecnologia estão levando para casa entre US $ 6.000 e US $ 8.000 por mês, mais generosas bolsas de habitação, de acordo com BetaBeat.

Salário de Estagiário em Empresa de Tecnologia

Salário de Estagiário em Empresa de Tecnologia

 

A generosidade oferecida por empresas do Vale do Silício está em completo contraste com a tendência predominante de contratação de estagiários não remunerados, ou mal pagos, e destaca um novo capítulo no debate contínuo sobre a desigualdade de renda no país. De acordo com a Economist, quase metade dos estágios nos Estados Unidos são completamente não remunerado.

Mas para Jessica Shu, uma estudante de 19 anos de idade, da Universidade de Cornell, as opções para o trabalho remunerado pareciam ser transbordante. Shu decidiu elaborar uma comparação entre os salários oferecidos por empresas de tecnologia para estagiários do último verão, e postou seus resultados para um grupo no Facebook para codificadores de estudante, chamado Hackathon Hackers.

Hackathon Hackers / Facebook

Hackathon Hackers / Facebook

Os salários prometidos por essas empresas de tecnologia são ainda mais chocante quando comparado a outros estágios remunerados em diferentes campos. De acordo com uma pesquisa realizada pela porta de vidro, as empresas de San Francisco Bay Area-compõem um escalonamento 18 dos top 25 mais bem pagos empregadores de estagiários.

O valor médio pago para estágios é principalmente na faixa de US $ 10-15 por hora, enquanto estagiários da área de Saúde saem ligeiramente melhor em aproximadamente US $ 20 por hora. Mesmo alguns gigantes financeiros, o bastião da cobiçada posição “Analista de Verão”, não pagam tão bem como as empresas de tecnologia. Empresa de serviços financeiros como a Morgan Stanley Smith Barney, por exemplo, paga seus estagiários cerca de US $ 10,50 por hora.

Muitos trabalhadores jovens estão lutando contra antigos empregadores e tentando fazer o estágio não remunerado uma coisa do passado.

Essa realidade é bem diferente da realidade brasileira.

DEIXE SEU COMENTÁRIO AQUI!

Sou manauense, graduado em Design de Interface Digital, pós-graduado em Marketing, Propaganda e Publicidade pela Laureate International Universities e mestrando em Design da Comunicação na Politecnico di Milano - Itália. Sou o idealizador do No Amazonas é Assim e recebi o Prêmio Top Empreendedor nas Américas, além da Comenda da Cruz do Reconhecimento do Mérito do Empreendedorismo e a Cruz do Mérito da Amazônia, ambas as comendas outorgadas pela pela Câmara Brasileira de Cultura. Em meu blog, escrevo sobre Marketing Digital, Mídias Sociais, Branding, Gestão de Conteúdos Web, Turismo Cultural, Manaus de Antigamente além de Políticas Criativas.