Prepare-se para se surpreender com as Ruínas de Paricatuba

Este final de semana estive visitando e apresentando as Ruínas Históricas de Paricatuba localizada na Vila de Paricatuba, no município de Iranduba (a 25 km de Manaus).

Dessa vez, me surpreendi ao entrar na edificação, quando um senhor sentado em uma barraca na porta, saltou, nos cumprimentou e disse que se fôssemos entrar para fotografar, teríamos que pagar.

Tratava-se de um jovem senhor de nome Sérgio, que se intitula Presidente da Vila de Paricatuba, e segundo ele, ele está com aval da Prefeitura Municipal de Iranduba e da Secretaria de Turismo da cidade.

Sérgio ainda disse, que nem o Governo do Estado do Amazonas, nem a Secretaria Estadual de Cultura – SEC e nem o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAM possuem interesse na construção e por isso, ele estava alí para “zelar pelo espaço”.

Sérgio cobra a bagatela de R$30 por entrada, e diz que possui livro-caixa no qual 20% do valor é destinado a manter o bom uso do espaço público e inclusive, já construiu (pasmem) uma ponte de madeira nas Ruínas de Paricatuba!

Ponte de madeira construída dentro do Patrimônio das Ruínas de Paricatuba / Foto : Marcus Pessoa

Ponte de madeira construída dentro do Patrimônio das Ruínas de Paricatuba / Foto : Marcus Pessoa

Ainda de acordo com o sr. Sérgio, ele só não limpa mais o terreno porque se não ele vai preso. Ele confessou, inclusive, que outro dia havia retirado as raízes suspensas e cipós das colunas, quando foi abordado por fiscais da Secretaria de Meio Ambiente e quase o levaram preso por crime ambiental.

Após nos identificarmos e dizermos que iríamos denunciar essa cobrança indevida, o tom mudou, e o “pedágio” começou a se chamar de “colaboração voluntária”.

Ele nos revelou ainda, que se for passeio de universidade ou grupo escolar, ele não cobra nada para entrar, mas que é necessário que as instituições solicitantes apresentem um ofício, que assim, ele autoriza a visitação do grupo.

A família disse que assumiu o espaço há 1 ano e que trabalha das 8 às 17h e que se algum visitante quiser o acompanhamento de um guia, eles possuem também, inclusive, os guias são treinados e certificados, claro, mediante pagamento.

Ruínas Históricas de Paricatuba, no Iranduba em 2017

Ruínas Históricas de Paricatuba, no Iranduba em 2017

O suntuoso prédio de sólida arquitetura colonial, hospedou os italianos e mais tarde funcionou como sede do Liceu de Artes e Ofício de Paricatuba, onde os moradores da vila aprendiam com padres franceses o ofício da marcenaria, construção civil e das artes. As instalações também serviram como casa de detenção, além de uma colônia de hanseníase.

Surpreenda-se com as Ruínas de Paricatuba. Vejo como está o prédio em maio de 2017. Vídeo capturado e editado por mim.

Comentários

Sou manauense, graduado em Design de Interface Digital, pós-graduado em Marketing, Propaganda e Publicidade pela Laureate International Universities e mestrando em Design da Comunicação na Politecnico di Milano – Itália. Sou o idealizador do No Amazonas é Assim e recebi o Prêmio Top Empreendedor nas Américas, além da Comenda da Cruz do Reconhecimento do Mérito do Empreendedorismo e a Cruz do Mérito da Amazônia, ambas as comendas outorgadas pela pela Câmara Brasileira de Cultura. Me interesso por Marketing Digital, Mídias Sociais, Branding, Gestão de Conteúdos Web, Turismo Cultural, Manaus de Antigamente além de Políticas Criativas.