O Marketing Digital e As redes sociais

Muitas empresas e empresários ainda não estão se atentando ao poder das redes sociais. Aliás, há quem diga que as redes sociais definiram o amadurecimento do marketing digital.

Embora a internet já estivesse presente no cotidiano de todos desde o início dos anos 2000, o conceito de redes sociais que temos hoje aconteceu principalmente a partir de 2004 com o surgimento do Orkut. A partir deste momento a web começou a se popularizar mesmo, quando pessoas de diferentes grupos sociais, sexo ou idade começaram a, não só usar, mas sim a “depender” da internet. O marketing digital que já engatinhava desde o ano de 2000, neste momento começou a “tomar corpo”.

 As redes sociais definiram o amadurecimento do marketing digital


As redes sociais definiram o amadurecimento do marketing digital

Mas foi de uns cinco anos para cá que a internet começou a se tornar imprescindível para a divulgação de empresas e venda de produtos. Se o Orkut foi, digamos assim, a adolescência da internet, o Facebook e o Twitter intensificaram ainda mais o amadurecimento da mídia online. A partir do momento que as redes sociais invadiram o dia a dia dos internautas, o marketing digital passou a se firmar como o a ferramenta da maior importância para o sucesso comercial das empresas. Saber usar bem essa estratégia é, com certeza, sinônimo de sucesso.

[hana-code-insert name=’Google’ /]

Desde o ano passado ficou mais claro que o mercado chegou ao ponto da virada. Hoje, a maior parte das empresas já percebeu que o modelo de marketing convencional está caindo à medida que os consumidores começaram a selecionar mais os sites que frequentam, buscam informações e produtos que desejam na hora que lhes convier, escolhem as mensagens que querem receber. Assim a propaganda tem que ser personalizada de acordo com o cliente.

Uma pesquisa recente da Econsultancy mostrou que o varejo vai investir cada vez mais em mídias digitais. O estudo mostrou que 71% das empresas aumentarão seus investimentos no marketing digital em 2013 e que mais de dois terços das empresas vão direcionar mais da metade de suas receitas para gastos com mídias digitais.

As empresas que lideram o investimento em publicidade digital no Brasil, segundo um estudo feito pela comScore e divulgado no eMarketer, vão gastar 20% a mais chegando a US$ 2,5 trilhões, este ano. Em 2014, por causa da Copa do Mundo, os investimentos com propaganda online devem chegar a US$ 3,19 bilhões.

A agência emarket vem acompanhando a evolução do mercado há 12 anos. Durante todo esse tempo foi preciso ter paciência para aguardar esse momento de conscientização das empresas para a importância do marketing digital.

É impressionante como as empresas estão atentas à mídia digital neste momento. Hoje você conversa com empresários de diferentes portes e praticamente todos sabem, ou melhor ainda, entendem do que estamos falando. A grande maioria já faz algum tipo de ação de marketing ou relacionamento com clientes através da internet, anunciam no Google Adwords ou tem uma fanpage no Facebook.

Ter uma presença online relevante é questão de “sobrevivência empresarial”. Afinal, hoje as pessoas estão muito conectadas, e mesmo o negócio que ainda permanece alheio à internet, de uma forma ou outra será influenciado, positivamente ou negativamente.

Isso compreendido, cabe agora às empresas planejarem qual ou quais serão as estratégias a adotar. Ao contrário do que muitas ainda pensam, estar na internet é muito mais do que ter um site e uma fanpage. Você pode e deve usar a web a favor do seu negócio, mas tem que saber o que fazer com tantas possibilidades. E se ainda não sabe, não arrisque-se em fazer qualquer coisa. Não trate essa poderosa ferramenta de forma irresponsável.

Se você é daqueles que quer “um site simplezinho, só com algumas fotos”, quer uma dica? Continue offline.

Fonte: E-Market

Comentários

Sou manauense, graduado em Design de Interface Digital, pós-graduado em Marketing, Propaganda e Publicidade pela Laureate International Universities e mestrando em Design da Comunicação na Politecnico di Milano - Itália. Sou o idealizador do No Amazonas é Assim e recebi o Prêmio Top Empreendedor nas Américas, além da Comenda da Cruz do Reconhecimento do Mérito do Empreendedorismo e a Cruz do Mérito da Amazônia, ambas as comendas outorgadas pela pela Câmara Brasileira de Cultura. Me interesso por Marketing Digital, Mídias Sociais, Branding, Gestão de Conteúdos Web, Turismo Cultural, Manaus de Antigamente além de Políticas Criativas.