O alcance do Facebook está cada vez menor, minha empresa deveria abandonar o Facebook?

A primeira vista pode parecer uma pergunta fácil de ser respondida, mas separe alguns minutinhos para ler meu ponto de vista e então tome sua decisão.

Facebook, I want my friends back!

Facebook, I want my friends back!

Dia após dia percebemos que o alcance do Facebook está cada vez menor. Isso tudo é por conta da sua estratégia de alavancar as vendas do Facebook ADS (seu sistema de anúncios interno). Quem tem dinheiro paga, quem não tem tenta a sorte.

Com isso, muitas empresas começam a abandonar a rede. Mas a pergunta que não quer calar é: O alcance do Facebook está cada vez menor, minha empresa deveria sair do Facebook?

Antes de você tomar essa decisão, analise os números fornecidos pelo próprio Facebook.  No fim de 2013, a rede possui 1,23 bilhão de usuários ativos – 6,12 milhões são do Brasil, que ocupa o 3º lugar da lista.

A rede também tem constantemente atualizado suas funções. Entre as modificações, temos:

  • Punições para conteúdo irrelevante – conhecido como like-baiting (ou bloqueador de curtidas, na tradução livre);
  • Ampliaram o tamanho de seus anúncios;
  • Pagamentos online;

Explore o Facebook como “direcionador” de visita para seu site. Um estudo publicado pela Shareoholics mostrou que a rede é responsável por 21,25% dos visitantes dos 300 mil sites analisados. Isso significa que, por mais que o Facebook tenha limitado o alcance das páginas, a interação social é importante – e você vai querer que as pessoas continuem compartilhando seu conteúdo.

O recomendado é não sair agora, mas expandir suas redes. Mas, em que rede investir?

Especialistas acreditam que 2014 é o grande ano para o Google +, graças às funcionalidades práticas para o usuário (como o Hangouts, ferramenta de vídeo que permite conversas com até 10 amigos) e sua influência no ranking de buscas do Google;

O Instagram já tem adequado a rede para as empresas, inclusive planejando seu sistema de anúncios;

O Twitter tem modificado seu sistema de mensuração de métricas e perfil, de olho nos fãs e empresas que saíram da rede;

O Linkedin já passa de 300 milhões de usuários no mundo, sendo o Brasil o 3º país com maior número de cadastrados – isso sem citar o Tumblr e o Pinterest, redes com propostas extremamente interessantes que tem crescido timidamente no Brasil.

Diversifique sua atuação para não correr o risco de ficar para trás. Não vire escravo de uma rede social. Atraia seus seguidores para o seu site e mantenha-os fiel ao seu conteúdo.

As redes sociais possuem um ciclo de vida, cada vez mais se aproxima o final do ciclo do Facebook.

Analise isso que foi dito aqui, e então você prepare o seu terreno e se torne presente em outras redes para a possível morte do Facebook – lembrando que toda rede social tem seu tempo de vida. Quem poderia prever a morte do Orkut e que a rede social seria atropelada pelo Facebook?

Comentários

Sou manauense, graduado em Design de Interface Digital, pós-graduado em Marketing, Propaganda e Publicidade pela Laureate International Universities e mestrando em Design da Comunicação na Politecnico di Milano - Itália. Sou o idealizador do No Amazonas é Assim e recebi o Prêmio Top Empreendedor nas Américas, além da Comenda da Cruz do Reconhecimento do Mérito do Empreendedorismo e a Cruz do Mérito da Amazônia, ambas as comendas outorgadas pela pela Câmara Brasileira de Cultura. Me interesso por Marketing Digital, Mídias Sociais, Branding, Gestão de Conteúdos Web, Turismo Cultural, Manaus de Antigamente além de Políticas Criativas.