Legado da administração municipal de Serafim Corrêa

Utilizando e atualizando trecho da publicação do blog O Malfazejo, inicio essa publicação sobre o legado da administração municipal de Serafim Corrêa.

A verdade é que, pela lógica e pela história política do Amazonas, Serafim Corrêa ocupou por quatro anos uma cadeira que não deveria ser sua. Como pode um homem que paga seu almoço do próprio bolso ser o prefeito dessa cidade? Como pode um homem que tem endereço fixo e sabido ser o prefeito de Manaus? Como pode um homem sem empreiteiras, gráficas, um homem sem concessionárias e sem locadoras ser o prefeito de Manaus?

Imagine, a tomar pela ausência de escândalos de corrupção na administração Serafim, a quantidade de gente que amargou vacas magras por quatro anos. A vitória de Serafim em 2004, além de tudo o que representou para tanta gente que não negocia com ladrão (sim, ainda há gente assim), pode ter materializado a fábula da cigarra e da formiga. Com esta entressafra de quatro anos, muita gente precisou deixar de ser cigarra e aprendeu a ser abelha, digo, formiga. Ainda que essa gente tenha voltado a circular pelas folhas de pagamento e pelo Diário Oficial do município a partir de 2009, terão aprendido uma valiosa missão: a de guardar comida para eventuais novos invernos, invernos inesperados como Serafim Corrêa.

Legado da administração municipal de Serafim Corrêa

Legado da administração municipal de Serafim Corrêa

Abaixo algumas das ações criadas pelo Serafim Corrêa durante o período em que foi prefeito de Manaus, entre os anos de 2004 a 2008.

  • Serafim assumiu a prefeitura com uma dívida de mais de quase 600 milhões de reais no cofres públicos, a coleta de lixo não era feita há 4 meses, e o transporte coletivo estava falido. Serafim levou pelo menos 1 ano até conseguir equilibrar as contas do município.
  • Implantou modificações no sistema de transporte coletivo como tarifa reduzida ao domingos;
  • Implantou novas linhas de ônibus;
  • Renovou 40% da frota de ônibus de Manaus;
  • Implantou o Passa Fácil;
  • Implantou a Integração Temporal;
  • Implantou a Meia Passagem na Catraca;
  • Regulamentou o trabalho dos motoristas do transporte alternativo na zona leste da capital;
  • Construiu o viaduto Miguel Arraes (Interligando Maceió, Recife, Darcy Vargas e V8), o viaduto mais barato que Manaus já teve (pago depois de construído!)
  • Conseguiu o financiamento da obra da passagem de nível na avenida Paraíba;
  • Iniciou as obras do complexo viário Gilberto Mestrinho, no Coroado;
  • Repactuou o contrato de águas com a Águas do Amazonas, solucionou parte do problema de abastecimento de água na capital e conseguiu levar água a 78 mil famílias;
  • Promoveu o IPTU verde;
  • Foi considerado o primeiro prefeito a se preocupar com a questão ambiental com o corredor ecológico do Mindu, e com as Programa Prevenção Riscos Ambientais ( PPRA’s);
  • Criou o aterro municipal, resolvendo o problema do lixão na capital;
  • Criou o programa “Meu Primeiro Emprego” para estudantes e jovens;
  • Construiu a primeira creche na história da cidade de Manaus que fica no Riacho Doce,a Creche Municipal Professora Eliana de Freitas Moraes;
  • Programa Remédio Fácil, que fornece medicamentos a 265 mil pessoas todos os meses, gratuitamente, principalmente aos hipertensos e diabéticos.
  • Empreendedorismo Indígena com a feira indígena Pukaá – Mãos da Mata na Praça da Saudade;
  • Feira de Artesanato na Ponta Negra;
  • Feira Empreendedora na Praça de Alimentação do Dom Pedro;
  • Programa Manaus Empreendedora;
  • Realização de concursos públicos, que trouxe estabilidade aos servidores;
  • Construiu da Maternidade Moura Tapajós, que realiza média de 450 partos por mês;
  • Rasgou as ruas de Manaus para a passagem do Gasoduto Manaus – Coari;
  • A emissão da Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e);
  • A Lei de Isenção, pela qual as microempresas com renda anula até 120 mil não pagam taxa de Alvará de funcionamento;
  • Construiu o Parque dos Bilhares, com cerca de 60.000 metros quadrados e dotado de inúmeros play-grounds, bares, pista de cooper, estacionamentos, campo de futebol, teatro de arena, lago artificial, quadras poliesportivas e ciclovia. Para os internautas, no local havia sistema de conexão com a internet sem fio para navegação gratuita;
  • Construiu o Parque Lagoa do Japiim, entregue conta com vestiários, áreas de fastfood, administração, praça de encontros, salão de idosos , pista de cooper, moderno sistema de iluminação foi instalado, e na lagoa podiam ser encontrados peixes e quelônios. Para os internautas, no local havia sistema de conexão com a internet sem fio para navegação gratuita.
  • Construiu o aterro Sanitário e exinguiu o lixão a céu aberto de Manaus;
  • Reformou todas as Unidades de Saúde da cidade – são 158 casinhas;
  • Construiu e reformou 32 escolas;
  • Criou a primeira escola para alunos com deficiência, o Centro Municipal de Educação Especial André Vidal de Araújo;
  • Regularizou a posse de terras;
  • IPTU verde;
  • Plantou 1 milhão de mudas na cidade;
  • O primeiro Prefeito de Manaus a tornar público na internet os números de sua gestão através do Portal da Transparência;
  • Isenção do IPTU às pessoas sem renda;
  • Criou reservas ambientais;
  • Reformou as quadras de esporte;
  • Incentivou o artista popular;
  • Criou a Orquestra Sinfônica de Manaus.
  • Patrocinou atletas amazonenses.

Iniciou na Prefeitura do Serafim

  • Remodelação para o traçado original da Praça da Saudade;
  • Revitalização do Mercado Adolpho Lisboa (o Mercadão);
  • Complexo Viário Gilberto Mestrinho, no Coroado;
  • Iniciou as obras do Gasoduto Coari-Manaus na capital amazonense.

Vale ressaltar alguns pontos curiosos na sua gestão

  • Serafim governou Manaus sem nenhum vereador na base aliada;
  • O governador da época, Eduardo Braga, transferiu indevidamente recursos de Manaus para Coari. Na época, o então prefeito Serafim Corrêa entrou com uma ação no Superior Tribunal de Justiça e ganhou o processo. O resultado foi que o Estado deixou de fazer sangria, de tirar indevidamente de Manaus todos os meses como fazia para mandar para Coari antes. Mas não pagaram os recursos que tiraram antes, gerando um rombo, de mais de R$ 400 milhões.
  • Serafim tinha contra ele diariamente sete horas de televisão, de programas que mais tarde verificaram-se que, alguns deles, estavam ligados ao crime organizado, escândalo nacional.
  • Sobre problemas no asfalto da cidade na época em que ele estava à frente da prefeitura, ressalta-se a colocação de tubulação para a expansão da rede de abastecimento de água durante seu mandato que beneficiou 400 mil pessoas e o acesso à crédito que fez com que a frota de carros em Manaus disparasse, devido o programa de estímulo à economia do Governo Federal. Além disso, a fábrica de asfalto era do Amazonino Mendes, seu maior adversário.
  • Artur Neto adversário político do governo da presidente Dilma Roussseff – recebeu R$ 2,5 bilhões nos dois primeiros anos de mandato, uma média de R$ 1,2 bilhão por ano. O prefeito anterior, Amazonino Mendes, recebeu R$ 3,7 bilhões durante toda a gestão, sendo R$ 946 milhões/ano; e Serafim Correa foi o que menos obteve recursos federais: R$ 422 milhões por ano, um total de R$ 1,68 bilhão nos quatro anos que ficou à frente da Prefeitura de Manaus.
  • Orçamento das últimas prefeituras:
    • SERAFIM (2005/08) – 5,8 BILHÕES
    • AMAZONINO (2009/12) – 9,3 BILHÕES
    • ARTUR NETO (2013/16 – PROJETADO) – 14,6 BILHÕES

Maternidade Moura Tapajós quem fez foi o Sarafa

Escola para Crianças com Deficiência

Títulos de terra mudam as vidas das pessoas

Programa Eleitoral Gratuito – Educação

Comentários

Sou manauense, graduado em Design de Interface Digital, pós-graduado em Marketing, Propaganda e Publicidade pela Laureate International Universities e mestrando em Design da Comunicação na Politecnico di Milano - Itália. Sou o idealizador do No Amazonas é Assim e recebi o Prêmio Top Empreendedor nas Américas, além da Comenda da Cruz do Reconhecimento do Mérito do Empreendedorismo e a Cruz do Mérito da Amazônia, ambas as comendas outorgadas pela pela Câmara Brasileira de Cultura. Me interesso por Marketing Digital, Mídias Sociais, Branding, Gestão de Conteúdos Web, Turismo Cultural, Manaus de Antigamente além de Políticas Criativas.