Hotel Colméia feito para Festivais de Músicas

Digamos que você esteja indo para o Festival Amazonas Rock em Presidente Figueiredo e deseja passar a noite na terra das cachoeiras. Você tem poucas opções. Você pode armar uma barraca pequena e apertada na cachoeira da porteira, e torcer pra que nenhum bêbado queira urinar nas suas roupas penduras. Você poderia dormir em um saco de dormir, mesmo sabendo que nunca é tão confortável quanto parece. Ou ainda, alugar um quarto de hotel longe pacas, com o preço superfaturado por causa do festival. Ou em último caso dormir em um Hotel Colméia improvisado pelo responsável pelo evento, ou seja, pelo próprio Governo.

Pode parecer muito estranho, mas esse protótipo foi executado no Belgian Music Festivals.

Hotel Colméia feito para Festivais de Músicas

Hotel Colméia feito para Festivais de Músicas

O nome desta obra se chama “B-And-Bee”, e foi vencedora em uma competição Belga que buscava ideias sustentáveis de empreendedorismo. Na Bélgica, os Festivais de Músicas são enormes. A ideia era conseguir abrigo barato para que as pessoas pudessem dormir próximo dos palcos, e assim, não gastar tanto tempo de transporte e após os Festivais terminare, as tendas pudessem ser jogadas foras ou queimadas. É um pesadelo ecológico, disse Diana Schneider, a designer do Achilles Design que liderou o projeto com Raf Schoors, Tim Ruytjens e empresários sociais no Compaan e Labeur. “ Queriamos oferecer uma opção sustentável para dormir.”

Os espaços são grandes suficientes para suportar uma cama do tamanho King

Os espaços são grandes suficientes para suportar uma cama do tamanho King

Como o espaço é limitado em festivais (e na Bélgica em geral), a equipe começou a procurar por uma maneira de acomodar o maior número de pessoas com o menor espaço possível sem sacrificar a privacidade e conforto. Eles vieram para cima com a estrutura de favo de mel em vagens . Cada favo mede 1,7 metros de largura por 1,45 metros de altura e tem uma cama king-siz, que pode virar um sofá ao ser dobrada. Cada espaço inclui também uma luz e uma fonte de energia.

A forma hexagonal surgiu depois de testar diversos formatos. “Estávamos procurando a maneira mais eficaz para empilhar as células de forma que uma suportasse a outra”, diz Schneider. “Se você empilhar um quadrado em cima de um ao outro, em seguida, a estrutura não vai aguentar em si, enquanto que se você empilha hexágonos, eles se encaixam uns aos outros e estabilizam a estrutura.” De acordo com os regulamentos belgas, a estrutura mais alta pode atingir até quatro hexágonos na diagonal, mas você pode diversificar seu eixo horizontalmente, tanto quanto você queira.

Schneider e sua equipe ainda estão testando protótipos, mas a empresa tem planos de produzi-los em massa neste outono para que estejam prontos para a temporada de festivais de 2015. Quem sabe não importemos alguns para os nossos festivais regionais. Você não queria um Amazonas mais Criativo?
Hotel Colmeia feito para Festivais de Músicas (2)

Hotel Colmeia feito para Festivais de Músicas (1)

Hotel Colmeia feito para Festivais de Músicas (6)

Hotel Colmeia feito para Festivais de Músicas (5)

Hotel Colmeia feito para Festivais de Músicas (3)

Comentários

Sou manauense, graduado em Design de Interface Digital, pós-graduado em Marketing, Propaganda e Publicidade pela Laureate International Universities e mestrando em Design da Comunicação na Politecnico di Milano - Itália. Sou o idealizador do No Amazonas é Assim e recebi o Prêmio Top Empreendedor nas Américas, além da Comenda da Cruz do Reconhecimento do Mérito do Empreendedorismo e a Cruz do Mérito da Amazônia, ambas as comendas outorgadas pela pela Câmara Brasileira de Cultura. Me interesso por Marketing Digital, Mídias Sociais, Branding, Gestão de Conteúdos Web, Turismo Cultural, Manaus de Antigamente além de Políticas Criativas.