Grafite Reversa por Trust na barragem Solina na Polônia

A barragem Solina na Polônia, finalizada em 1969 e a barragem mais alta da Polônia, tem sido tomada por sujeira e lodo por décadas. Na hora de limpar esses quase 91 metros de altura, a companhia de energia Polska Grupa Energetyczna teve uma ideia brilhante.

Grafite Reversa por Trust na barragem Solina na Polônia

Grafite Reversa por Trust na barragem Solina na Polônia

PGE trabalhou em parceria com o ilustrador Przemek “Trust” Tru?ci?ski para projetar um eco-mural gigante honrando a vida selvagem e plantas encontradas nas Montanhas Bieszczady no sudeste da Polônia, onde a barragem está localizada. Em quase 91m de largura e 54m altura, o mural é pintado com uma técnica chamada de “grafites reversas.”
“É refazendo, não desfigurando. Apenas restaurando uma superfície ao seu estado original “.

Isso significa que a única ferramenta que eles precisavam era de alta pressão de água, nada de tinta ou spray. Homens suspensos por cabos estrategicamente posicionados e jatos d’água para “apagar” o lodo e criar, por exemplo, a textura da pele em um gato selvagem gigante no lado direito do mural, ou as escamas de peixe na metade inferior.

Obras similares estão também sendo criadas nas calçadas perto da barragem, de acordo com um comunicado da PGE, e o mural está previsto para durar pelo menos um ano.

Se você já rabiscou “Lave-me” na parte traseira de um carro empoeirado com o seu dedo, então você já fez uma grafite reversa. Mas essa técnica não pegou como uma técnica formal até a década de 2000, quando o mundo tomou conhecimento do artista britânico Paul “Moose” Curtis. Ele é um dos pioneiros do grafite reverso, ou grafite de limpeza.

Escrevendo no Financial Times, Moose disse que começou em 1999, trabalhando com apenas uma meia e uma telha suja. Ele desde que passou a usar uma jato d’água fez uma parceria com o governo de Londres, grupos de defesa como o Greenpeace e campanhas anti-armamento, bem como agências de publicidade.

Mas, assim como a grafite tradicional está envolta em controvérsia sobre a legalidade da mesma, a grafite reversa também se posiciona em uma zona obscura e cinzenta entre criatividade com limpeza de um espaço e vandalismo. Moose disse que ele foi preso várias vezes.

Mas ele quer que as pessoas ao olhar para ele dessa forma: “É refazendo,” Moose disse ao The New York Times em 2006, “não desfigurando. Apenas restaurando uma superfície ao seu estado original. É muito temporário. Ela brilha e cintila, e em seguida, ela desaparece. ”

Confira essa grafite reversa em detalhes

Grafite Reversa na barragem Solina na Polônia

Grafite Reversa na barragem Solina na Polônia

Grafite Reversa na barragem Solina na Polônia

Grafite Reversa na barragem Solina na Polônia

Grafite Reversa na barragem Solina na Polônia

Grafite Reversa na barragem Solina na Polônia

Grafite Reversa na barragem Solina na Polônia

Comentários

Sou manauense, graduado em Design de Interface Digital, pós-graduado em Marketing, Propaganda e Publicidade pela Laureate International Universities e mestrando em Design da Comunicação na Politecnico di Milano - Itália. Sou o idealizador do No Amazonas é Assim e recebi o Prêmio Top Empreendedor nas Américas, além da Comenda da Cruz do Reconhecimento do Mérito do Empreendedorismo e a Cruz do Mérito da Amazônia, ambas as comendas outorgadas pela pela Câmara Brasileira de Cultura. Me interesso por Marketing Digital, Mídias Sociais, Branding, Gestão de Conteúdos Web, Turismo Cultural, Manaus de Antigamente além de Políticas Criativas.