Estou Aqui – Intervenção Urbana

A intervenção, feita em 2012 e intitulada de Estoy Aquí (Estou Aqui, em português),  é a prova de como uma ideia pode mudar a vida de quem precisa e espalhar a bondade.

A intervenção urbana é de dois estudantes chilenos, Violeta Caro Pinda e Felipe Carrasco Guzmán. Eles amarraram balões ao pescoço dos cães com pedidos de abrigo, carinho ou comida. Mensagens como “não me abandone”, “me abrace” ou “não me deixe”, emocionaram os pedestres, que retribuíram com carinho e ajuda para os animais.

Essa ação foi desenvolvida pois os estudantes perceberam que cachorros que infelizmente foram abandonados , acabam se tornando parte da paisagem e que, por isso mesmo, se tornaram ‘invisíveis’ aos nossos olhos. Com um pouco de criatividade e imaginação, isso pode mudar.

Uma ideia simples, que emocionou as pessoas e fez com que os cães abandonados deixassem de ser invisíveis.

ESTOY AQUÍ Intervención Urbana / I AM HERE Urban Intervention from Felipe Carrasco G. on Vimeo.

Estou Aqui - Intervenção Urbana

Estou Aqui – Intervenção Urbana

Estou Aqui - Intervenção Urbana

Estou Aqui – Intervenção Urbana

EstoyAquí2

Estou Aqui - Intervenção Urbana

Estou Aqui – Intervenção Urbana

Estou Aqui - Intervenção Urbana

Estou Aqui – Intervenção Urbana

Estou Aqui - Intervenção Urbana

Estou Aqui – Intervenção Urbana

Estou Aqui - Intervenção Urbana

Estou Aqui – Intervenção Urbana

Comentários

Sou manauense, graduado em Design de Interface Digital, pós-graduado em Marketing, Propaganda e Publicidade pela Laureate International Universities e mestrando em Design da Comunicação na Politecnico di Milano - Itália. Sou o idealizador do No Amazonas é Assim e recebi o Prêmio Top Empreendedor nas Américas, além da Comenda da Cruz do Reconhecimento do Mérito do Empreendedorismo e a Cruz do Mérito da Amazônia, ambas as comendas outorgadas pela pela Câmara Brasileira de Cultura. Em meu blog, escrevo sobre Marketing Digital, Mídias Sociais, Branding, Gestão de Conteúdos Web, Turismo Cultural, Manaus de Antigamente além de Políticas Criativas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO AQUI!