• Home
  • Marketing
  • Conar revê punição no comercial do ‘sabe de nada, inocente’

Conar revê punição no comercial do ‘sabe de nada, inocente’

O Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) voltou atrás após a criação da polêmica vetando o comercial em que Cumpadi Washington, do É o Tchan, diz o bordão “sabe de nada, inocente” e parte da palavra “ordinária”, que por sinal nem é totalmente pronunciada…

Conar revê punição no comercial do ‘sabe de nada, inocente’

Conar revê punição no comercial do ‘sabe de nada, inocente’

O órgão refez, por conta própria, um julgamento de junho devido à péssima repercussão da punição. Ou seja, a empresa afetada nem precisou recorrer da medida. À época, o Conselho considerou “desrespeitosa” para as mulheres a propaganda do Bom Negócio em que Cumpadi Washington fala o já famoso bordão “Sabe de nada, inocente”. A expressão considerada ofensiva é “ordinária”, dita pelo cantor no meio da propaganda. O Conar ordenou o corte da expressão do comercial porque havia recebido reclamações de 50 consumidores. No entanto, depois da punição, o número de queixas contra a medida chegou a 100.

Comentários

Sou manauense, graduado em Design de Interface Digital, pós-graduado em Marketing, Propaganda e Publicidade pela Laureate International Universities e mestrando em Design da Comunicação na Politecnico di Milano - Itália. Sou o idealizador do No Amazonas é Assim e recebi o Prêmio Top Empreendedor nas Américas, além da Comenda da Cruz do Reconhecimento do Mérito do Empreendedorismo e a Cruz do Mérito da Amazônia, ambas as comendas outorgadas pela pela Câmara Brasileira de Cultura. Em meu blog, escrevo sobre Marketing Digital, Mídias Sociais, Branding, Gestão de Conteúdos Web, Turismo Cultural, Manaus de Antigamente além de Políticas Criativas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO AQUI!