Alguns dos Ecodutos mais incríveis do mundo

Os Ecodutos são comumente chamadas de ‘pontes verdes’ e elas possuem a função primordial de atravessar os animais em segurança, principalmente nas rodoviárias.  Essa necessidade se deu ao fato de diversas ferrovias terem sido abertas em meio a florestas e a áreas de preservação ambiental, e então para preservar a segurança e a saúde dos animais silvestres da região, foram criadas essas passagens.

Natuurbrug Zanderij Crailoo

The Borkeld – Holanda

As pontes verdes são correspondentes as nossas passarelas. Na década de 50 foram criadas diversas dessas passarelas ambientadas para que animais pudessem transitar com liberdade e, acima de tudo, com segurança.

Esses ecodutos são montados com vegetação e terra, de forma a “imitar” o ambiente da região e permitir a vida de insetos, pássaros e diversos outros animais. É comumente encontrá-las em países como : Alemanha, Holanda, Suíça, Estados Unidos e Canadá, sendo a mais famosa delas chamada de Natuurbrug Zanderij Crailoo, localizada na Holanda, e que conta com mais de 800 metros de extensão, passando por cima de uma autoestrada, uma via férrea, um rio e um complexo esportivo.

Natuurbrug Zanderij Crailoo, Holanda

Natuurbrug Zanderij Crailoo, Holanda
Foto © Rombout de Wils

Banff National Park, Canadá Foto © Joel Sartore

Banff National Park, Canadá
Foto © Joel Sartore

Banff National Park, Canadá Foto © Jim Good

Banff National Park, Canadá
Foto © Jim Good

Holanda Foto © Henri Cormont

Holanda
Foto © Henri Cormont

Highway A50, Holanda © Wikimedia

Highway A50, Holanda
© Wikimedia

 

Passagem para caranguejos na Austrália © Christmas Island National Park

Passagem para caranguejos na Austrália
© Christmas Island National Park

Natuurbrug Zanderij Crailoo, Holanda

Natuurbrug Zanderij Crailoo, Holanda
Foto © Rombout de Wils

[box type=”note” ]Esse é o tipo de construção que são correspondentes as nossas passarelas. Essas passarelas ambientadas deveriam ser estimuladas em todo o Amazonas para que os animais pudessem transitar com liberdade e, acima de tudo, com segurança.

Nos últimos dez anos, o número de animais atropelados, apenas na Terra Indígena Waimiri Atroari, na Rodovia BR-174, cresceu 18,2%, saltando de 389, em 2004, para 460, no ano passado, de acordo com dados inéditos levantados por pesquisadores da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE).

Cobras, mucuras, saguis, pacas, cutias, tatus, sapos e até jacarés compõem a lista da fauna vitimada na rodovia que liga Manaus a Boa Vista/RR. Os dados mostram ainda que, nos últimos 17 anos, 8.449 animais silvestres foram vítimas de acidentes com automóveis, na terra indígena. O número equivale a quase dois atropelamentos, por dia. Com 761 casos, o ano de 2012 foi responsável pelo pico máximo de mortes de fauna silvestre, na região.

Sabe o que o governo tem feito para evitar essa matança? Tente adivinhar…[/box]

Comentários

Sou manauense, graduado em Design de Interface Digital, pós-graduado em Marketing, Propaganda e Publicidade pela Laureate International Universities e mestrando em Design da Comunicação na Politecnico di Milano - Itália. Sou o idealizador do No Amazonas é Assim e recebi o Prêmio Top Empreendedor nas Américas, além da Comenda da Cruz do Reconhecimento do Mérito do Empreendedorismo e a Cruz do Mérito da Amazônia, ambas as comendas outorgadas pela pela Câmara Brasileira de Cultura. Me interesso por Marketing Digital, Mídias Sociais, Branding, Gestão de Conteúdos Web, Turismo Cultural, Manaus de Antigamente além de Políticas Criativas.