A invenção do emoticon

Você já se questionou quem foi que certo dia resolveu inventar os “emoticons” ?

Essa linguagem digital que é capaz de nos dizer quando uma pessoa está rindo, sendo irônica, chateada…

Em 1982, o professor Scott Fahlman sugeriu aos usuários da lista de avisos eletrônica (BBS – uma tia-avó do orkut) da Universidade Carnegie Mellon, nos EUA: “Coloque do lado da frase um :-)”. Oi!?

Ele explicou: “Incline a cabeça para ler”. Os professores acharam a ideia genial – afinal, uma carinha sorrindo era melhor que escrever “muito engraçado”.

A invenção do emoticon

A invenção do emoticon

Na mesma discussão, alguém sugeriu uma alternativa: “Que tal um &? Parece um barrigudinho se contorcendo de rir!” Silêncio. O simpático dois-pontos, hífen e parêntese ganhou a disputa. Logo variações da ideia original para representar as emoções começaram a ser formuladas e foram batizadas de emoticon (emotion + icon ou traduzindo “emoção + ícone”).

Na Ásia, o pessoal não fica com torcicolo para ler os emoticons. Tudo é na horizontal. A risada, por exemplo, é (^.^). Isso porque, tradicionalmente, lá a emoção é mais delimitada pelos olhos que pela boca.

No MSN dos japoneses, mande um (*_*) para mostrar admiração e um (>_<) quando estiver com raiva.

O teclado original

Alguns dos emoticons mais criativos da rede

-(_8-(!) (Homer Simpson)

8:-) (Óculos na testa)

C|:-= (Charlie Chaplin)

:*: (Beijo na boca)

:<}) (Sorriso com bigode)

(8<| (Darth Vader)

(:\/) (Pac man)

0{-<]: (Skatista)

__/\__\o/__ (Tubarão)

|8-) (Monocelha)

{:o3 (Cachorrão)

(-: (Canhoto)

@}—,— (Rosa)

:-” (Biquinho/cochichar)
\˜/\˜/ (Brinde)

Comentários

Sou manauense, graduado em Design de Interface Digital, pós-graduado em Marketing, Propaganda e Publicidade pela Laureate International Universities e mestrando em Design da Comunicação na Politecnico di Milano - Itália. Sou o idealizador do No Amazonas é Assim e recebi o Prêmio Top Empreendedor nas Américas, além da Comenda da Cruz do Reconhecimento do Mérito do Empreendedorismo e a Cruz do Mérito da Amazônia, ambas as comendas outorgadas pela pela Câmara Brasileira de Cultura. Me interesso por Marketing Digital, Mídias Sociais, Branding, Gestão de Conteúdos Web, Turismo Cultural, Manaus de Antigamente além de Políticas Criativas.